Arquivo do Autor

ATENÇÃO: AVISO DE GOLPE

Postado por fevalini em 21/fev/2024 -

Serviço de Atendimento ao Usuário – SAU

Postado por fevalini em 26/maio/2023 -

O Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) se constitui como um canal de comunicação para a população usuária dos serviços prestados pelo Hospital. Está preparado para acolher os usuários, com escuta qualificada, fornecer informações e esclarecer dúvidas.

O SAU dispõe de um local de atendimento presencial, entendendo que o contato direto é a melhor forma de comunicação entre os pacientes e a instituição.

Localização:
Sala do SAU: 3° andar (próximo aos elevadores).
Contato: (11) 2829-5000.
Horário de Atendimento: de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h30 (exceto feriados).

Pode-se, ainda, contatar o serviço pelo e-mail: sau@hemc.org.br.

Nossos Serviços

Postado por fevalini em 26/maio/2023 -

Ambulatório
Internação
Urgência Referenciada
Hospital-Dia
Banco de Sangue
Banco de Leite Humano

Fale Conosco

Postado por fevalini em 26/maio/2023 -

Hospital Estadual Mário Covas
Rua Dr. Henrique Calderazzo – 321
Santo André – SP
CEP: 09190-615
Tel: (11) 2829-5000

Farmácia do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica – FCEAF

Postado por fevalini em 26/maio/2023 -

Farmácia de Alto Custo

A Farmácia do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica consiste em uma Unidade de Farmácia dispensadora de medicamentos ligada à Secretaria de Saúde do Estado. Está inserida no Hospital Estadual Mário Covas e tem o intuito de dispensar medicamentos constantes na Portaria 1554/13 para pacientes em tratamento ambulatorial.

A FCEAF atende mais de 21 mil pacientes por mês, por isso é muito importante ter conhecimento sobre os procedimentos necessários para solicitar o seu medicamento

Qual Horário de Atendimento da FCEAF?
O atendimento no Hospital Mário Covas é feito das 7h às 17h, de segunda a sexta-feira.

Quem pode solicitar medicamento na FCEAF?
Pacientes cadastrados no SUS que residam em um dos cinco municípios do Grande ABC (Diadema, Mauá, Santo André, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra) e que apresentem uma das patologias contempladas pelo CEAF.
A relação de Medicamentos do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica do Estado de São Paulo está disponível no site www.saude.sp.gov.br.

Qual o procedimento para retirada de medicamentos?
A FCEAF segue a determinação do PCDT – Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas do Ministério da Saúde referente a cada patologia. É este Protocolo que define os exames e documentos necessários para retirada dos medicamentos.

Para iniciar o processo ou renovar a solicitação são exigidos documentos, em especial o Laudo para Solicitação de Medicamentos – LME, adequadamente preenchido pelo médico e com a devida Prescrição Médica. O preenchimento do Laudo para Solicitação de Medicamentos – LME deve estar de acordo com a Nota Técnica nº 03, de 30/05/18.

No processo de primeira vez, também é necessário o Termo de Consentimento, específico para cada patologia de acordo com o Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas.

O laudo de solicitação deve ser apresentado no Componente Especializado da Assistência Farmacêutica com as seguintes cópias, acompanhadas dos documentos e exames originais:

  • Cópia do Cartão Nacional de Saúde – CNS.
  • Cópia de documento de identidade.
  • Cópia do CPF.
  • Cópia do comprovante de residência atualizado do paciente constando o CEP.
  • Prescrição médica devidamente preenchida com posologia de acordo com a quantidade solicitada na LME e validade de 30 dias (exceto retinóicos, validade sete dias).
  • Termo de Consentimento que consta no Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas.
  • Exames que comprovem a patologia de acordo com o Protocolo Clínico vigente.
  • Baixe aqui: laudo de solicitação, avaliação e autorização de medicamento.

Os procedimentos para o acesso aos medicamentos do CEAF são definidos pelo Ministério da Saúde e constam da Portaria GM/MS n°1554/13.

Posso retirar os medicamentos no mesmo dia?
Toda a documentação, laudos e exames serão analisados pelo autorizador técnico. A data para a retirada da medicação será agendada, de acordo com a disponibilidade do estoque e após avaliação pelo autorizador.

Outra pessoa pode retirar o medicamento?
O paciente pode indicar até três representantes para retirar seu medicamento, através do preenchimento da declaração autorizadora. Baixe aqui a Declaração Autorizadora.

O representante deverá trazer além da declaração preenchida e assinada pelo paciente, a cópia do RG, o comprovante de endereço do(s) representante(s) autorizado(s), e apresentar os seus documentos e os do paciente a cada retirada de medicamentos.

Contato:
Telefone da Farmácia de Componentes Especializados do Hospital Estadual Mário Covas: (11) 2829-5030 (segunda a sexta-feira, das 8h00 às 14h00).
E-mail: sau.fceaf@hemc.org.br.

Mais informações nos sites:
Ministério da Saúde
Secretaria de Estado da Saúde

Lista de Espera de Cirurgias

Postado por fevalini em 25/maio/2023 -

A publicação de listas de pacientes do HEMC que aguardam cirurgia tem caráter informativo. As listas estão disponibilizadas nesta página por especialidade, preservam a identidade do paciente por meio da publicação do número de matrícula no Hospital (SAME) e respeitam a data de entrada do paciente na lista de espera.

Ao consultar as listas, os pacientes devem observar o seguinte:

1 – A ordem poderá ser alterada por necessidade de intervenção cirúrgica de emergência;

2 – Conforme o período que o paciente aguarda a cirurgia, novos exames pré-operatórios poderão ser necessários e a liberação final dependerá desses resultados;

3 – A programação de cirurgias segue uma rotina pré-determinada, que pode ser alterada em razão de imprevisibilidade de ocorrência de caráter técnico e emergencial;

4 – Para esclarecer eventuais dúvidas dos pacientes é disponibilizado o e-mail: cirurgialista@hemc.org.br.

5 – Para obter informação da sua posição na lista de espera, clique no campo localizar ou pesquisa na parte superior da página e digite o número do SAME do paciente;

6 – Caso não tenha o botão localizar ou pesquisa, pressione a tecla Ctrl+F do teclado. Abrirá um campo de pesquisa para iniciar a busca;

7 – Para informações e esclarecimentos sobre o Programa de Cirurgias Bariátricas encaminhe e-mail para: ouvidoria@hemc.org.br.


​LISTA DE PRÉ-AGENDADOS PARA CIRURGIAS E CIRURGIA BARIÁTRICA – VEJA AQUI
Lista atualizada com dados do sistema de informação até o dia 01/02/2024

OBSERVAÇÃO: AOS INTERESSADOS EM REALIZAR CIRURGIA BARIÁTRICA
A partir de 2018, os interessados em realizar cirurgia bariátrica devem procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima da residência para das devidas orientações. Os municípios são os responsáveis pelo agendamento e encaminhamento junto à Secretaria de Estado da Saúde.


Ouvidoria

Postado por fevalini em 25/maio/2023 -

A Ouvidoria do HEMC é um canal de comunicação dos pacientes, familiares, funcionários e comunidade em geral com a Instituição. O usuário que procura a Ouvidoria tem a garantia de que terá seu assunto encaminhado e de que receberá uma resposta.

Criado para que qualquer pessoa possa manifestar suas opiniões sobre o atendimento, as instalações e os serviços oferecidos pelo Hospital, o setor pode ser utilizado para:

  • Elogiar os aspectos positivos.
  • Sugerir alternativas que possam melhorar o funcionamento do Hospital.
  • Consultar quando houver alguma dúvida sobre o que fazer, como fazer, a quem procurar e como proceder em qualquer situação dentro do HEMC.
  • Reclamar / denunciar aspecto que seja considerado pelo usuário como insatisfatório.

Onde Encontrar a Ouvidoria:
A sala da Ouvidoria está localizada no 4º andar, em frente aos elevadores. Quem não puder procurar o serviço pessoalmente poderá acessar pelo telefone: (11) 2829-5034 ou e-mail ouvidoria@hemc.org.br.

Horário de Atendimento da Ouvidoria:
Das 8h às 14h e das 15h às 17h, de segunda a sexta-feira (exceto feriados).


Corpo Diretivo

Postado por fevalini em 25/maio/2023 -

Dr. Adilson Joaquim Westheimer Cavalcante
Diretor-Geral

Com ampla experiência em gestão em Saúde e mais de 7 anos à frente da Direção Técnica do Hospital Anchieta (São Bernardo do Campo), Dr. Adilson Cavalcante é formado em Medicina há mais de 20 anos pela Universidade do Oeste Paulista. O diretor-geral do Hospital Estadual Mário Covas também traz no currículo especializações em Gestão Municipal do Sistema Único de Saúde (SUS), Residência Médica em Infectologia, e título de infectologista pela Associação Médica Brasileira e Sociedade Brasileira de Infectologia. Desde 2005 é professor do Centro Universitário Faculdade de Medicina do ABC (FMABC), docente da cadeira de Infectologia.


Heloísa Molinari Calderon
Diretora Administrativa-Financeira

Advogada pela Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo (2006), com MBA Executivo em Gestão de Saúde pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), possui 13 anos de experiência em gestão de serviços de saúde. Atuou na Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de São Bernardo do Campo, onde ocupou cargos de gerente e diretora administrativa. Na Fundação do ABC, foi gerente administrativa do Complexo de Saúde de Mauá (COSAM) e diretora-geral do Hospital Municipal de Mogi das Cruzes. Atualmente responde pela diretoria administrativa-financeira do Hospital Estadual Mário Covas. Possui ampla experiência na área de saúde pública e em organizações sociais de saúde, com ênfase em planejamento estratégico, gestão de recursos financeiros e humanos, acompanhamento de projetos, contratos administrativos e licitações públicas.


Dr. Celso Alessandro Andrade
Diretor Técnico

Graduado em Medicina pela Universidade Severino Sombra (2000), com residência médica em Infectologia, atua há 17 anos no Hospital de Heliópolis, onde foi médico do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH) e atualmente ocupa o cargo de médico assistente e preceptor. Título de especialista em Infectologia pela Sociedade Brasileira de Infectologia. Entre 2004 e 2012, atendeu como médico plantonista e infectologista no Hospital do Servidor Público Estadual. Possui MBA Executivo em Saúde pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e especialização em Segurança do Paciente pela Fundação Oswaldo Cruz. Desde 2006 atua no Hospital Estadual Mário Covas, onde ingressou como médico do SCIH, atuou na coordenação da Enfermaria de Infectologia e foi gerente médico durante 11 anos. Desde abril de 2023 responde pela Diretoria Técnica da unidade. É professor afiliado do Centro Universitário Faculdade de Medicina do ABC (FMABC) desde 2007.


Conheça o HEMC

Postado por fevalini em 25/maio/2023 -

Maior unidade hospitalar do Grande ABC, o Hospital Estadual Mário Covas, em Santo André, conta com cerca de 2.500 profissionais. Possui 300 leitos entre internação, terapia intensiva e leitos pediátricos destinados ao atendimento de crianças com câncer. Seu centro cirúrgico é composto por 13 salas. A unidade também possui Banco de Sangue, Banco de Leite Humano, Centro de Fisioterapia, Central de Vacinas e outros serviços que otimizam o atendimento.

Desde a inauguração, em 2001, a gestão do hospital é feita pela Fundação do ABC. O HEMC cobre os sete municípios do Grande ABC – Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra – e beneficia cerca de 3 milhões de moradores. São quase 30 mil metros quadrados de área, divididos em sete pavimentos. Cerca de 7 mil pessoas circulam pelas instalações da unidade diariamente, entre pacientes, acompanhantes e funcionários.

Um dos grandes diferenciais do HEMC é o corpo clínico, composto por muitos profissionais ligados ao Centro Universitário Faculdade de Medicina do ABC (FMABC) – vários deles docentes.

O início das obras do hospital data de 1976. A construção sofreu longas interrupções, até que em 2000 foi definitivamente retomada pelo então governador Mário Covas, que batiza o hospital. A entrega ocorreu em 2001 com a inauguração da primeira fase. A segunda etapa de atendimento teve início em 2002, com oferta de leitos cirúrgicos, de UTI, além da introdução de cirurgias de maior porte.

Na condição de hospital de alta complexidade, a importância do “Mário Covas” para o Grande ABC se evidencia nos milhares de atendimentos, consultas, exames, procedimentos e cirurgias. Ao todo são mais de 170 mil consultas e atendimentos por ano, além de 525 mil exames e procedimentos, 12 mil cirurgias e 13,7 mil internações.

Olá, mundo!

Postado por fevalini em 24/maio/2023 - 1 Comentário

Boas-vindas ao WordPress. Esse é o seu primeiro post. Edite-o ou exclua-o, e então comece a escrever!

[masterslider id=”2″]